Skip to main content

Green Cities for Climate and Water Resilience, Sustainable Economic Growth, Healthy Citizens and Environments

Article Category

Article available in the folowing languages:

Aumentar o espaço para a natureza nas cidades vai torná-las mais saudáveis, resilientes e sustentáveis

O aquecimento é mundial, mas os esforços a nível local podem fazer uma grande diferença. O projeto GROW GREEN, financiado pela União Europeia (UE), está a ajudar as cidades a alcançarem mudanças duradouras através da integração de soluções baseadas na natureza no seu planeamento, desenvolvimento e gestão.

Digital Economy
Climate Change and Environment
Society

Atualmente, a população mundial já ultrapassou os 7,8 mil milhões. Nos próximos 30 anos é esperado um aumento de cerca de 2 mil milhões. Segundo as últimas projeções da ONU, prevê-se que a humanidade se desenvolva para uma espécie quase exclusivamente urbana: duas em cada três pessoas viverão provavelmente nas cidades ou noutros centros urbanos em meados deste século. Se a urbanização ocorrer em grande escala, poderá prejudicar a capacidade das cidades para serem ambientalmente sustentáveis e economicamente bem-sucedidas. O GROW GREEN está a trabalhar no sentido de abordar estes desafios e as oportunidades que áreas urbanas enfrentam. Pretende demonstrar os benefícios que os espaços verdes e os cursos de água de alta qualidade podem proporcionar às paisagens urbanas. «O GROW GREEN apresentará provas de que as cidades que incorporam soluções baseadas na natureza nas suas infraestruturas são mais resilientes ao impacto negativo das alterações climáticas. São também lugares mais agradáveis, saudáveis, prósperos e socialmente coesos para viver e ajudarão a biodiversidade a proliferar,» refere a Coordenadora do Projeto, Michelle Oddy. O projeto está a testar esta hipótese em três «cidades pioneiras» europeias: Manchester, Valencia e Wrocław. Cada cidade é depois geminada com uma «cidade seguidora», que irá aprender com as estratégias de implementação e modelos de negócios adotados pelas pioneiras.

Projetos-piloto mostram como a natureza e as cidades podem prosperar em conjunto

Espera-se que as soluções verdes em desenvolvimento proporcionem melhorias mensuráveis na resiliência climática e hídrica, assim como no desempenho social, ambiental e económico. Através do GROW GREEN, os residentes de West Gorton, em Manchester (Reino Unido), recebem apoio para transformarem a sua área num bairro verde exemplar, com árvores, arbustos, plantações comunitárias (poços de árvores de biorretenção que eliminam o escoamento das águas pluviais), pavimentos permeáveis (que permitem a infiltração do escoamento das águas pluviais), e pequenos cursos de água. Um novo parque vai tornar-se o ponto central da comunidade, proporcionando um espaço verde de alta qualidade há muito necessário, para que os residentes e os visitantes possam relaxar, praticar desportos e desfrutar. Valência (Espanha) testemunhará uma grande mudança com o projeto. A câmara municipal instalou um jardim vertical numa das escolas públicas para melhorar a regulação da temperatura e o isolamento acústico. As águas residuais dos lavatórios e chuveiros são recolhidas num depósito na base da parede «verde» e reutilizadas para irrigar o jardim da escola. Também será criada uma pequena floresta sustentável, que irá compensar as emissões de CO2 e atuar como um habitat para a fauna local. Além disto, um novo corredor pedonal verde (pérgulas, árvores para proporcionar sombra, fontes, etc.) irá melhorar as ligações entre os espaços verdes no bairro. O corredor e os pavimentos permeáveis especiais para os percursos pedonais na floresta permitirão reduzir a velocidade a que as águas pluviais escoam para o sistema de esgotos. Além disto, a monitorização rigorosa de um telhado verde recentemente instalado em Valência determinará a sua contribuição para a redução das temperaturas internas e, consequentemente, a utilização de energia. Em Wroclaw (Polónia), pátios pouco atrativos e subutilizados foram transformados em jardins comunitários para os blocos de apartamentos residenciais circundantes. Assim que o projeto GROW GREEN concluir os projetos de demonstração, começará a trabalhar num plano de acompanhamento pós-construção. Além disto, pretende lançar o Green Cities Framework, que ajudará outras cidades a nível mundial a desenvolver e a implementar estratégias baseadas na natureza, assim como abordagens bem-sucedidas facilmente replicáveis. O trabalho com as soluções baseadas na natureza requer parcerias e colaborações com os vários departamentos municipais e as partes interessadas externas envolvidas. Para isso, o Grow Green está a envolver os departamentos municipais. O Grow Green publicou um compêndio de soluções cinzentas e baseadas na natureza para os desafios comuns relacionados com o clima e a gestão dos recursos hídricos nas cidades. Em colaboração com outros projetos do programa Horizonte 2020 que lidam com soluções baseadas na natureza, o projeto também elaborou um relatório com uma visão geral das abordagens financeiras que são utilizadas para concretizar infraestruturas verdes e soluções baseadas na natureza para os recursos hídricos e a adaptação climática nas cidades.

Keywords

GROW GREEN, cidades, soluções baseadas na natureza, espaço verde, pavimento permeável

Discover other articles in the same domain of application