Skip to main content

Article Category

News

Article available in the folowing languages:

Conheça o EJP SOIL, uma importante iniciativa internacional para criar uma comunidade integrada de investigação em gestão climaticamente inteligente dos solos agrícolas

O programa EJP SOIL, financiado pela UE, foi lançado com a missão de reunir investigadores para trabalhar em soluções climaticamente inteligentes e sustentáveis para os solos agrícolas.

Food and Natural Resources

Lançado em fevereiro de 2020 e com a duração de cinco anos, o European Joint Programme on Soil – EJP SOIL – reúne 26 parceiros de 24 países europeus com um orçamento total de quase 80 milhões de EUR (sendo 40 milhões de EUR concedidos diretamente pela UE). A sua finalidade? Criar um ambiente propício para reforçar o contributo dos solos agrícolas para os principais desafios sociais, como a adaptação e a atenuação das alterações climáticas e a produção agrícola sustentável. Oficialmente lançado como um projeto do Horizonte 2020, o EJP SOIL será alinhado e ligado estreitamente a trabalhos futuros a desenvolver no âmbito do mais recente programa de investigação e inovação da UE, o Horizonte Europa, incluindo a proposta missão da UE no domínio da saúde dos solos e da alimentação: Caring for soil is caring for life. O trabalho do projeto deverá contribuir também para os objetivos climáticos ambiciosos delineados no Pacto Ecológico Europeu e nas suas estratégias, incluindo a Estratégia de Biodiversidade, a Estratégia do Prado ao Prato, a Estratégia de Adaptação e o Pacto Europeu para o Clima. A equipa de investigação, coordenada pelo Instituto Nacional de Investigação em Agricultura, Alimentação e Ambiente (INRAE) francês, tem alguns anos extremamente ocupados por diante.

Um manancial de objetivos, ambições e metas

Um dos seus principais objetivos é o reforço da comunidade europeia de investigação para abordar a gestão dos solos agrícolas. Este objetivo será alcançado através de um alinhamento e da implementação de investigação, educação, formação e reforço de capacidades, bem como do desenvolvimento de sistemas de informação harmonizados sobre os solos agrícolas e da promoção da sua adoção para alcançar a coerência global e a aplicabilidade das informações sobre os solos agrícolas. Este processo incluiria as questões cruciais relacionadas com o carbono do solo (essencial aos esforços de atenuação das alterações climáticas). De um ponto de vista científico, esperam-se novas perspetivas sobre a gestão climaticamente inteligente dos solos agrícolas e a quantificação das soluções de compromisso e das sinergias entre a produção agrícola sustentável, a adaptação e atenuação das alterações climáticas, a degradação dos solos, a qualidade do solo e outros serviços ecossistémicos, como o controlo dos solos. Graças a estas perspetivas, serão desenvolvidos novos conhecimentos sobre o sequestro de carbono nos solos agrícolas em diferentes condições a nível europeu e o seu contributo para a atenuação das alterações climáticas. É evidente que todos estes novos conhecimentos serão também utilizados como base para a formulação de recomendações e conselhos detalhados e baseados na evidência para a elaboração de políticas a nível da UE, nacional, regional e local. Por último, a par destas ambições estratégicas, o EJP SOIL visa sensibilizar as pessoas para questões essenciais relacionadas com a saúde dos solos e promover uma melhor compreensão da sociedade acerca da gestão dos solos agrícolas, bem como o seu contributo para a agricultura sustentável, a luta contra as alterações climáticas e os aspetos mais alargados da proteção do ambiente.

Keywords

EJP SOIL, Horizonte 2020, Horizonte Europa, European Joint Programme on Soil, saúde do solo, serviços ecossistémicos, agricultura, alterações climáticas, Pacto Ecológico Europeu, gestão dos solos agrícolas