Skip to main content

Translating knowledge for legume-based farming for feed and food systems.

Article Category

Article available in the folowing languages:

Apoiar a produção e a utilização de leguminosas-grão

A investigação fornece os dados necessários para ajudar a Europa a concretizar a transição para uma produção de proteínas vegetais mais sustentável. O projeto Legumes Translated, financiado pela UE, reúne estes conhecimentos e converte-os em ações concretas.

Food and Natural Resources

O trigo e outros cereais imperam na Europa em comparação com outros tipos de culturas, como as proteaginosas. Isto significa que a UE tem de importar uma quantidade substancial de proteínas vegetais, que são principalmente utilizadas para fins de alimentação animal. O investigador Donal Murphy-Bokern, cuja atenção se centra em melhorar a utilização dos recursos naturais na agricultura, afirma que a solução para quebrar este círculo de insustentabilidade é a diversificação das culturas. «As leguminosas-grão, como a soja, a fava e a ervilha, fixam o azoto do ar, sendo, por conseguinte, uma fonte de fertilizante natural», diz Murphy-Bokern, sublinhando o seu valor para os sistemas agroecológicos. «Além disso, por serem ricas em proteínas, as leguminosas são uma fonte de nutrientes sustentável, especialmente de proteínas, tanto para as pessoas como para os animais.» Com o apoio do projeto Legumes Translated (Translating knowledge for legume-based farming for feed and food systems), financiado pela UE, Murphy-Bokern e os seus colegas estão a trabalhar no sentido ajudar a Europa a concretizar a transição para uma produção de proteínas vegetais mais sustentável. Enquanto rede temática, o projeto liga peritos na matéria e investigadores de toda Europa que, em conjunto, partilham conhecimentos, descobrem novas ideias e apresentam resultados práticos.

Dados práticos para apoiar a tomada de decisões

Com o objetivo de fornecer dados práticos suscetíveis de apoiar a tomada de decisões, o projeto já apresentou diversos resultados importantes. Por exemplo, analisou o impacto, à escala da exploração agrícola, da introdução de leguminosas nos sistemas de cultivo. «A visão dos nossos membros recorda-nos que não basta que os produtos à base de leguminosas sejam bem-sucedidos nos mercados de consumo», observa Murphy-Bokern. «As próprias culturas de leguminosas também têm de ser eficientes e competitivas nas explorações agrícolas.» Além disso, ao analisarem os dados recolhidos a partir de sistemas de cultivo completos de explorações agrícolas reais, os parceiros concluíram, por exemplo, que a fava é uma opção economicamente viável quando plantada em solos com uma boa capacidade de retenção de água, típicos do noroeste da Europa, enquanto a soja é mais viável do ponto de vista económico no sudeste da Europa. «Isto significa que se poderá dar continuidade à expansão destas culturas nestas regiões a um custo relativamente baixo para o contribuinte», explica Murphy-Bokern. Murphy-Bokern prossegue explicando que a produção de cereais continua a registar uma forte competitividade em muitas outras regiões, o que torna mais difícil para os agricultores cultivarem leguminosas no âmbito da transição para sistemas mais sustentáveis. «Nestes casos, é necessário mais apoio público para que as explorações agrícolas se possam diversificar e produzir leguminosas», acrescenta. O Legume Hub está a prestar o tão necessário apoio neste domínio.

Melhorar as cadeias de valor baseadas nas leguminosas

«O projeto Legumes Translated visa dotar os decisores, desde os agricultores até aos responsáveis políticos, de conhecimentos que lhes permitam melhorar as cadeias de valor baseadas nas leguminosas», afirma Murphy-Bokern. «Enquanto comunidade de partilha de conhecimentos e compreensão, o Legume Hub reúne todas as partes interessadas que trabalham no sentido de desenvolver sistemas alimentares mais sustentáveis.» Liderado pela European Legume Hub Association e implementado pela Donau Soja, o Legume Hub é um balcão único que fornece informações oportunas, cientificamente validadas e abrangentes a qualquer pessoa – cientistas, melhoradores vegetais e agricultores – interessada em melhorar a produção de leguminosas na Europa. «Esperamos fazer do Hub uma plataforma atrativa de autoedição para tudo o que diga respeito às leguminosas – um ResearchGate ou uma Wikipédia das leguminosas, por assim dizer», conclui Murphy-Bokern. «Se alcançarmos este objetivo, o impacto do nosso trabalho estender-se-á muito para além do projeto.»

Keywords

Legumes Translated, leguminosas, soja, cultura, explorações agrícolas, agricultores, diversificação das culturas, agricultura

Discover other articles in the same domain of application